Notícias

5 dicas para seu equipamento de refrigeração durar mais

Para evitar gastos inesperados e ainda economizar no consumo de energia, confira as dicas da Fricon para aumentar a vida útil e a eficiência do seu equipamento de refrigeração comercial!

O uso adequado de um equipamento de refrigeração comercial não só aumenta sua vida útil e eficiência, como também reduz eventuais despesas com manutenções corretivas em decorrência do mau uso.

Você sabia, por exemplo, que utilizar o refrigerador de maneira inadequada é um dos principais fatores para o consumo de energia acima do normal?

Pois é, em alguns estabelecimentos comerciais, como supermercados, hortifrutis ou similares, esse uso inadequado leva o equipamento a um desempenho ineficiente, o que pode resultar num aumento de até 50% no seu consumo de energia mensal.

Com o objetivo de lhe ajudar a utilizar corretamente os equipamentos de refrigeração no seu estabelecimento comercial, elaboramos este conteúdo com 5 dicas essenciais de boas práticas para seus equipamentos durarem muito mais. Confira todas
agora!

1. Conheça as indicações de uso adequado do equipamento de refrigeração comercial

Nossa primeira dica para aumentar o tempo de vida útil do seu equipamento de refrigeração comercial é de conhecimento de todos, mas nem sempre seguida por muitos: ler o Manual do Produto. Nele você terá todas as informações necessárias para o funcionamento perfeito de seu equipamento.

Você sabia, por exemplo, que o ideal é ligar seu equipamento de 2 a 4 horas antes de colocar os produtos pela primeira vez ou após a limpeza de um degelo? Essas e outras orientações de uso você saberá ao ler o Manual do Produto. Veja:

Tipo de refrigeração

Existem dois tipos de refrigeração em equipamentos de refrigeração comercial: a estática e a por ar forçado. Para a adequada conservação de alimentos e bebidas, se faz necessário entender qual o tipo de refrigeração ideal para o seu produto e ainda o seu modo de funcionamento, pois essa tomada de decisão é fundamental para garantir o melhor custo-benefício para o seu negócio.

Capacidade e temperatura

Ultrapassar o limite de carga (volume em litros) do equipamento exigirá dele uma carga térmica (temperatura) a qual ele não foi preparado para manter, forçando excessivamente o compressor e seus componentes, e ainda reduzirá o tempo de vida útil das peças do seu equipamento, fundamentais para o bom funcionamento.

Outro ponto relevante para o bom funcionamento dos equipamentos de refrigeração é a temperatura, pois é esta que vai garantir a qualidade do seu produto na hora de servir o seu cliente. Abaixo, alguns fatores que ajudarão você a garantir a temperatura ideal para seu produto:

Lembramos que os equipamentos de refrigeração comercial são fabricados para propiciar uma elevada quantidade de abertura de porta ou tampa ao longo do dia. Mas, também neles, aberturas desnecessárias devem ser evitadas.

Todas essas particularidades fazem parte das boas práticas de uso que, infelizmente, nem sempre são seguidas. Por isso, busque ler com atenção as recomendações de uso e o manual de instruções, pois cada modelo de equipamento é único em seu conjunto de características. Ao fazer isso, você evitará mau uso e garantirá que o equipamento dure mais tempo, evitando assim possíveis defeitos.

2. Instale o equipamento em local apropriado

Seja por descuido, falta de informação ou às vezes até por necessidade – devido às características ou pouco espaço do ambiente –, muitos acabam mantendo o equipamento de refrigeração em local inapropriado. Primeiramente, lembre-se sempre do mais essencial: nunca deixar o refrigerador próximo a fontes de calor, tais como: fornos, fogões, estufas, sob a incidência dos raios do sol, entre outros.

O equipamento deve ser instalado em um local arejado e que facilite a ventilação do sistema de refrigeração (compressor). Por isso, deixe-o afastado das paredes nas laterais e nas traseiras, com a entrada e saída de ar livres, e com espaços entre outros equipamentos ou móveis. Os espaçamentos ideais para cada equipamento são encontrados no Manual do Produto.

Embora os equipamentos de refrigeração possuam materiais resistentes e robustos contra corrosão, deve-se abrigá-los em um local coberto, seco e protegido para não potencializar a deterioração e encurtar a vida útil do produto. Por fim, verifique também se o piso é perfeitamente plano, pois um bom nivelamento também ajudará no bom funcionamento de seu equipamento.

3. Faça a manutenção preventiva regularmente

Algo que também contribuirá para a maior durabilidade do equipamento é a manutenção preventiva, que contempla principalmente dois aspectos:

Degelo

Degelo é a ação de descongelar ou derreter o gelo do seu equipamento para que o mesmo possa voltar a suas características originais de funcionamento. E como o gelo é um isolante térmico (coisa que pouca gente sabe), o acúmulo de uma camada espessa (superior a 1cm) já cria uma barreira contra o poder de frio do seu equipamento, reduzindo a sua eficiência.

Neste momento, é a hora de fazer o degelo. Se não o fizer, as consequências são: gastar mais energia, reduzir seu poder de frio, e o pior de todos – colocar em risco a qualidade do armazenamento dos seus produtos. Por isso, abaixo seguem os tipos de degelo e ainda dicas para fazê-lo corretamente.

Degelo manual

Nos equipamentos com o tipo de refrigeração estática, o processo de degelo não é automático, e precisa ser realizado sempre que a camada de gelo ultrapassar 1cm. Para isso, siga o passo a passo abaixo:

  1. Desligue o equipamento da tomada.
  2. Retire todos os alimentos de dentro de outro equipamento.
  3. Mantenha o equipamento aberto durante o degelo.
  4. Utilize espátulas plásticas para raspar o gelo.
  5. Faça a higienização, segue e religue o equipamento.


Defrost

Em equipamentos com o sistema Defrost, o acúmulo de gelo é muito menor. Para se ter uma ideia, o degelo só precisa ser feito cerca de duas vezes ao ano, em média. Para isso, basta acionar o botão para dar início ao processo, fazendo com que o compressor desligue e religue ao final do degelo.


Frost Free

Nesse modelo de degelo automático, simplesmente não ocorre o acúmulo de gelo no interior do equipamento. Há um sistema de evaporador com circulação forçada de ar, com a água do degelo sendo conduzida para um recipiente na parte inferior do equipamento, fazendo sua evaporação por condução de calor do compressor ou pela serpentina de aquecimento.


Limpeza em dia

Procure limpar o seu equipamento de refrigeração de maneira regular e com produtos de limpeza apropriados. Recomenda-se a higienização do equipamento de refrigeração comercial sempre que ocorrer a troca das mercadorias.

Como limpar o refrigerador adequadamente:

Ao fazer isso, você não só evita que seu equipamento dê problemas por conta de sujeiras acumuladas, como também evita interferências na temperatura e mau desempenho.
Como já dissemos, o ideal é manter o equipamento funcionando por 2 ou 4 horas antes de colocar os produtos após a limpeza de um degelo.


4. Atenção ao armazenamento dos produtos

Quando não se organiza corretamente os produtos dentro do equipamento, amontoando os mesmos, reduzimos a circulação do fluxo de ar e com isso seu poder de frio será comprometido. Já os produtos armazenados em embalagens inadequadas podem acarretar vazamentos, incluindo líquidos que podem chegar até a parte mecânica, colocando em risco seu funcionamento.

Misturar produtos de diferentes tipos (carne congelada e refrigerante ao mesmo tempo, por exemplo) também não é possível, pois temos dois produtos com necessidades de temperaturas opostas. Veja mais orientações para o correto armazenamento de produtos:


5. Conte com um especialista quando precisar de manutenção corretiva

Quando se trata de equipamento de refrigeração, além da manutenção preventiva, é fundamental contar com ajuda especializada para resolver quaisquer problemas que venham a surgir. Não se recomenda jamais mexer no equipamento por conta própria.

Por isso, a FRICON oferece 02 anos de garantia nos seus equipamentos (vide manual), dando toda a segurança ao consumidor em relação à substituição ou conserto de peças que se apresentem defeituosas, sendo verificada a falha em condições normais de uso e constatada por técnico credenciado.

Mas, caso ele venha a quebrar após a garantia, dê preferência a um profissional especializado e certificado pelo fabricante, que conhece tecnicamente o equipamento e poderá lhe oferecer a solução que o equipamento precisa para voltar a funcionar. Caso seu equipamento de refrigeração comercial apresente algum problema e o técnico indicar a troca de alguma peça, procure optar sempre por itens originais do fabricante. Além de manter a originalidade do produto, isso garante 100% que ele funcionará adequadamente, dentro dos padrões esperados, por mais tempo.


Fricon é referência na fabricação de equipamentos de refrigeração

Agora que você viu nossas 5 dicas essenciais para garantir o aumento da vida útil do seu equipamento de refrigeração, que tal colocá-las em prática?
Para ler mais conteúdos como este, não deixe de acompanhar as publicações em nosso blog.
Combinado? Lembre-se: a Fricon é referência no assunto!